Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2011

Seu processo seletivo começa nas redes sociais

Com a propagação do acesso a internet, o número de pessoas conectadas e usuários de redes sociais tende a aumentar, e com ele, o número de informações pessoais que passam a circular na rede também cresce. Com tantos dados disponíveis, recrutadores de empresas observaram que o monitoramento em mídias sociais é uma das mais valiosas ferramentas de pesquisa para conhecer o perfil do profissional que estão contratando, ou mesmo dos atuais colaboradores de sua empresa, e o resultado do que encontram pode mudar a opinião de muitos deles.

Estudos mostram que informações negativas ou fotos inadequadas em perfis de redes sociais podem influenciar na avaliação de um candidato, mesmo que ele seja qualificado e possua um ótimo currículo.

Muitas pessoas declaram informações em seus perfis em redes sociais que contradizem o que se espera delas profissionalmente. “Funcionários já foram demitidos por faltarem ao trabalho por alegarem que estavam doentes, e no mesmo dia postarem em seus perfis que est…

Jovens lutam pelo primeiro emprego

Stefany Almeida, 19 anos, mora em Feu Rosa, na Serra, e é formada em Técnicas Administrativas. Já André Nunes Bueno, tem 22 anos, mora em Jardim Camburi, em Vitória, e está concluindo o curso de Publicidade e Propaganda. O que esses dois jovens têm em comum? Ambos sonham em conseguir o primeiro emprego  com carteira assinada, realidade compartilhada por milhares de jovens capixabas.

André já faz estágio na sua área, como redator publicitário. Ele, que antes trabalhava em um outro setor, decidiu fazer um curso de qualificação para poder trabalhar no que realmente lhe interessava. E, agora, espera uma oportunidade para ser contratado. "Saber o que quer   fazer e estar disposto a aprender são coisas fundamentais para se destacar", afirma.

Já Stefany não teve a mesma sorte que André. Segundo ela, a falta de experiência a atrapalhou durante o processo seletivo para uma vaga de estágio. Agora, ela corre atrás de

um  emprego formal. "Saem muitos anúncios para minha área, mas semp…