Pular para o conteúdo principal

Quando é hora de treinar seus colaboradores?

No ano de 2010, as empresas brasileiras treinaram 73% de seus funcionários, de acordo com a pesquisa O Retrato do Treinamento no Brasil (Pesquisa Anual da ABTD (Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento) e MOT (Mudanças Organizacionais e Treinamento). No ano, foram investidas 45 horas no treinamento destes colaboradores. Mas afinal, qual o melhor momento para as organizações treinarem seus funcionários? A palestrante e consultora Inês Cozzo Olivares explica que as empresas costumam buscar o treinamento apenas quando requisitadas por uma das áreas da organização, mas que isto deveria ocorrer de forma diferente. “As empresas deveriam fazer isto de forma preventiva, antes mesmo de uma solicitação. O treinamento deve ser realizado sempre que há mudança, pois não existe mudança sem readaptação”, explica. A opinião é a mesma de Benedito Milioni, pesquisador, consultor e escritor brasileiro na área de treinamento, que acredita que vivemos em mudança e que precisamos sempre buscarmos aprender. “Partindo do pressuposto de que tudo é descontínuo, a empresa deve fornecer treinamento contínuo a seus colaboradores, na mesma proporção em que deseja manter-se competitiva e alinhada com a ‘Era do Conhecimento’, que é aquela em que vivemos”, afirma. Na hora de avaliar a necessidade de um treinamento a empresa também deve levar em consideração suas vantagens do ponto de vista financeiro. O profissional bem treinado pode desenvolver maior velocidade na execução de suas atividades, além de exercê-las com mais qualidade, aumentando a produtividade e lucratividade da empresa. Branca Barão, palestrante, consultora e especialista em criatividade, inovação e mudança, vê também outros benefícios em oferecer treinamento aos funcionários, pois acredita que ele é capaz de envolver as pessoas e motivá-las, trazendo motivos para que permaneçam na organização. “Com pessoas mais envolvidas e felizes, temos resultados maiores por mais foco e atenção, perdas menores pela mesma razão, menor índice de absenteísmo, menor turnover, e, de quebra, menos ações trabalhistas no futuro”, avalia. Com mais de 30 anos de experiência na área de recursos humanos, Milioni explica que as empresas devem levar em conta que o treinamento não é um benefício do colaborador. “O treinamento não é benefício, não é direito adquirido, muito menos mero cumprimento de rotina ou algo que, lamentavelmente, é muito comum em nossos dias: treinar para atender especificações da qualidade e passar nas auditorias”, enfatiza o consultor.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

eSocial - O que é?

O eSocial
O eSocial é dos componentes do Sistema Público de Escrituração Digital ( SPED) instituído por meio do Decreto nº 8.373/2014. Sua função principal é formalizar digitalmente as informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais relativas a todos os empregados e empregadores, tanto da iniciativa privada quanto pública.
Todos os empregadores pessoa física ou jurídica, urbana ou rural, cooperativas, instituições sem fins lucrativos e administração publica municipal, estadual e federal, estão obrigados ao cumprimento das normas e prazos previstos para a entrega dos eventos do esocial.

Objetivos

Substituir de forma gradualvárias obrigações acessórias, na qual possibilitará a correta apuração dos tributos, contribuições e do FGTS;

Substituição das principais obrigações acessórias como: Sefip/Gfip, Grrf, Caged, Dirf, Rais, CAT, LTCAT, PPP e Livro de Registro de Empregados;

Reduzir a redundância de informações;

Garantir os direitos dos Trabalhadores;

Simplificar o cumprimento das obrigações p…

Contact Centers: como testes e monitoramento podem tornar o trabalho dos agentes mais fácil

Publicado em 20/01/2011 por Valentín Valle Em artigo exclusivo para o Portal Call Center Valentín Valle, diretor de desenvolvimento de negócios da Empirix para a América Latina, explica como facilitar o trabalho dos agentes de atendimento.
De acordo com um estudo realizado pela E-Consulting, em 2010, a expectativa é que o faturamento do setor de contact center no Brasil seja de aproximadamente R$ 26 bilhões, em comparação a R$ 23 bilhões no ano anterior. Acompanhando esse crescimento, a previsão é que o número de funcionários aumente de 1,33 milhão para 1,39 milhão de profissionais que trabalham nesse mercado fundamental para o sucesso dos negócios das empresas.
Frequentemente, o setor de contact center também representa a primeira oportunidade de emprego de muitos jovens, que estão iniciando suas carreiras.Uma prioridade  constante dos contact centers é descobrir uma forma de proporcionar tecnologias e ferramentas fáceis de usar, com informações úteis, e que realmente facilitem o trabal…

Está com dificuldade em organizar seu tempo? Veja aqui algumas dicas!

O tempo...
Não existe recurso mais valioso e escasso que o tempo. E também não há no mundo dinheiro que faça o tempo voltar.
Saber administrar o tempo é uma das ações mais importantes que o ser humano pode fazer para melhorar suas chances de sucesso no dia e nos negócios.
O mundo está cada vez mais corrido e agitado. A tecnologia nos deu o poder do imediatismo, estamos cada vez mais conectados, temos as informações que queremos e quando queremos na palma da nossa mão. Com a facilidade em obter informações, parece que o tempo está cada vez menor para realizarmos nossas tarefas diárias, 24 horas já não são o suficiente para um dia.
Mas o que fazer? Onde está o erro?
Sabemos que não é possível aumentar o dia para 25 horas ou mais e mesmo que fosse, não seria a solução. É preciso saber priorizar o que é urgente do que é importante, criar uma rotina, executar uma tarefa de cada vez e se organizar.
Que tal fazer uma gestão das tarefas e tempo utilizando a  tecnologia a seu favor?
Eu por diversas…