Pular para o conteúdo principal

Comunicação eficaz: uma competência rara no ambiente corporativo

A comunicação está diretamente ligada à qualidade das relações humanas e, por isso, esta é uma competência extremamente importante para o ambiente corporativo. Por se tratar de algo inerente ao ser humano, é comum pensarem que se trata de uma competência fácil de ser desenvolvida. Entretanto, muitos são os exemplos de uma comunicação ineficaz, que podem abranger os mais diversos níveis hierárquicos.

A qualidade da comunicação afeta diretamente os resultados de uma organização, pois é através dela que: a estratégia corporativa é disseminada; o clima se estabelece; a motivação se mantém, entre outros tantos. Sua abrangência permeia, ainda, as relações que sustentam uma empresa.

É comum acreditar que o uso adequado das normas gramaticais ou, então, a formação acadêmica proporcionam mais assertividade na comunicação. Mas se trata de algo incompatível, pois se comunicar bem é uma habilidade, uma competência e está muito além do que uma boa fluência verbal. E exatamente pela sua raridade é muito valorizada no ambiente corporativo.

Por que se torna tão difícil a tarefa de se comunicar de maneira eficaz? A primeira questão importante, e que por isso merece destaque, é a necessidade do autoconhecimento. Conhecer as potencialidades e as fragilidades permite uma maior segurança na relação estabelecida entre as pessoas. Esta autoconfiança nada mais é do que fruto de uma reflexão sobre si, os desejos, os sonhos, as ambições, as frustrações e outros fatores que permeiam as características do ser humano.

Para que se possa enxergar o outro em sua essência, é necessário antes de tudo conhecer-se a si mesmo. A consciência de que cada ser é singular torna-se fundamental para a comunicação eficaz e, neste sentido, os líderes e os subordinados devem conhecer ao máximo a equipe de trabalho e todas as pessoas diretamente ligadas às atividades cotidianas.

O conhecimento sobre o outro permite a customização da comunicação. Os indivíduos, por exemplo, em suas singularidades, podem ser mais visuais, auditivos, sensoriais. Ou seja, para cada um é necessário uma estratégia diferenciada para aumentar a eficácia ao se comunicar.

Outro ponto de extrema relevância refere-se à escuta. Escutar bem, não é simplesmente estar em silêncio enquanto o outro fala, é saber decifrar o que outro diz, na própria fala, na comunicação não verbal produzida pela linguagem corporal que está presente ao contexto. É indispensável criar uma ponte imaginária que permita uma transferência ao outro, que permita a sinergia entre duas pessoas ou mesmo entre um grupo.

Para isso, é fundamental abster-se de pré-julgamentos. Cada pessoa possui um modelo mental, que foi constituído pela história de vida, por crenças e valores, mas que podem ser uma barreira para a eficácia da comunicação. Esse modelo mental, por sua vez, pode gerar uma série de inferências que distorcem um fato. Neste ponto, o autoconhecimento ajuda muito, pois se torna mais fácil analisar o fato de maneira mais imparcial e menos impulsiva.

O líder, principalmente, deve ter um cuidado especial ao tratar toda a abrangência da comunicação junto aos membros da sua equipe, pois para influenciar pessoas é necessário utilizar uma linguagem efetiva. A liderança, vale lembrar, deve estabelecer uma relação de confiança, um ambiente propício a troca de informações e ideias, bem como o incentivo ao feedback contínuo é extremamente importante nas adequações dos processos de uma equipe. E quando uma relação de confiança é estabelecida, as inseguranças e as possíveis maledicências internas são diminuídas, pois a equipe sente-se integrada.

O cuidado com a comunicação também é fundamental para o êxito na carreira. Saber refletir sobre o que dizer, como dizer, em qual momento dizer baseado no público-alvo pode minimizar ruídos na comunicação. Esta é uma competência que deve ser observada continuamente, visando sempre manter saudável a qualidade das relações e assim, atingindo ou superando os resultados traçados para a equipe.

Fonte: Por Karine Luiza Rezende Silva Araújo para o RH.com.br

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

eSocial - O que é?

O eSocial
O eSocial é dos componentes do Sistema Público de Escrituração Digital ( SPED) instituído por meio do Decreto nº 8.373/2014. Sua função principal é formalizar digitalmente as informações trabalhistas, previdenciárias e fiscais relativas a todos os empregados e empregadores, tanto da iniciativa privada quanto pública.
Todos os empregadores pessoa física ou jurídica, urbana ou rural, cooperativas, instituições sem fins lucrativos e administração publica municipal, estadual e federal, estão obrigados ao cumprimento das normas e prazos previstos para a entrega dos eventos do esocial.

Objetivos

Substituir de forma gradualvárias obrigações acessórias, na qual possibilitará a correta apuração dos tributos, contribuições e do FGTS;

Substituição das principais obrigações acessórias como: Sefip/Gfip, Grrf, Caged, Dirf, Rais, CAT, LTCAT, PPP e Livro de Registro de Empregados;

Reduzir a redundância de informações;

Garantir os direitos dos Trabalhadores;

Simplificar o cumprimento das obrigações p…

Contact Centers: como testes e monitoramento podem tornar o trabalho dos agentes mais fácil

Publicado em 20/01/2011 por Valentín Valle Em artigo exclusivo para o Portal Call Center Valentín Valle, diretor de desenvolvimento de negócios da Empirix para a América Latina, explica como facilitar o trabalho dos agentes de atendimento.
De acordo com um estudo realizado pela E-Consulting, em 2010, a expectativa é que o faturamento do setor de contact center no Brasil seja de aproximadamente R$ 26 bilhões, em comparação a R$ 23 bilhões no ano anterior. Acompanhando esse crescimento, a previsão é que o número de funcionários aumente de 1,33 milhão para 1,39 milhão de profissionais que trabalham nesse mercado fundamental para o sucesso dos negócios das empresas.
Frequentemente, o setor de contact center também representa a primeira oportunidade de emprego de muitos jovens, que estão iniciando suas carreiras.Uma prioridade  constante dos contact centers é descobrir uma forma de proporcionar tecnologias e ferramentas fáceis de usar, com informações úteis, e que realmente facilitem o trabal…

Está com dificuldade em organizar seu tempo? Veja aqui algumas dicas!

O tempo...
Não existe recurso mais valioso e escasso que o tempo. E também não há no mundo dinheiro que faça o tempo voltar.
Saber administrar o tempo é uma das ações mais importantes que o ser humano pode fazer para melhorar suas chances de sucesso no dia e nos negócios.
O mundo está cada vez mais corrido e agitado. A tecnologia nos deu o poder do imediatismo, estamos cada vez mais conectados, temos as informações que queremos e quando queremos na palma da nossa mão. Com a facilidade em obter informações, parece que o tempo está cada vez menor para realizarmos nossas tarefas diárias, 24 horas já não são o suficiente para um dia.
Mas o que fazer? Onde está o erro?
Sabemos que não é possível aumentar o dia para 25 horas ou mais e mesmo que fosse, não seria a solução. É preciso saber priorizar o que é urgente do que é importante, criar uma rotina, executar uma tarefa de cada vez e se organizar.
Que tal fazer uma gestão das tarefas e tempo utilizando a  tecnologia a seu favor?
Eu por diversas…