Pular para o conteúdo principal

Treinamento: ADMINISTRAÇÃO DA EXPEDIÇÃO

Treinamento: ADMINISTRAÇÃO DA EXPEDIÇÃO
Carga Horária 08 horas/aula – 09h às 18h
20/08 Vitoria
Objetivo: Proporcionar aos profissionais de Logística um conjunto de técnicas, procedimentos e ferramentas relacionados à gestão das atividades Logística, sob uma perspectiva estratégica voltada às necessidades de curto e longo prazo das empresas, além de permitir uma troca de experiências entre profissionais da área de Logística de Planejamento e Custos.
Público-alvo: O curso é direcionado aos profissionais da área de Logística, Suprimentos, colaboradores envolvidos na gestão de fornecimentos de bens e serviços para suas empresas, Supervisores, Líderes de Almoxarifados/Depósitos e Armazéns bem como aos profissionais de outras áreas que tenham interface com essa atividade. Perfil indicado para este curso: Supervisores, Líderes e Analistas de Logística, Analista de Custos Logísticos.
Metodologia - Exposição dialogada com uso de recursos audiovisuais e técnicas que incentivam a participação e auto-reflexão. Serão também aplicados exercícios estruturados e estudos de casos para a construção e fixação da aprendizagem. Avaliação da aprendizagem - oral informal - durante o evento e trabalhos individuais e em grupos.

Programa
CONTEÚDO PROGRAMÁTICO

1 – EXPEDIÇÃO: SUA IMPORTÂNCIA ESTRATÉGICA

1.1 – A influência do desempenho serviço de expedição/distribuição na satisfação dos Clientes. 1.2 – A importância da distribuição do material certo, na quantidade, no local e na hora certa. Possíveis consequências de erros ou falhas.
1.3 – Interfaces com departamentos da própria empresa e também dos Clientes.
1.4 – Ponto de entrega contratado pelo Cliente: FOB, FAS, CIF, C&F, Ex-Works, etc.
1.5 – Milk-Run. Just-in-Time. 

2 – ESTOQUE À DISPOSIÇÃO DA EXPEDIÇÃO

2.1 – Determinação de quantidades de estoques de produtos acabados, produzidos ou comprados, necessários para atender um nível de serviço pré-estabelecido.
2.2 – Gestão de estoque à disposição da Expedição.
2.3 – Conferência dos materiais requisitados do estoque;
2.4 – Situação de suas embalagens ou necessidade de embalá-los.
2.5 – Sistemas automatizados de “picking”. 

3 – DOCUMENTAÇÃO DE EXPEDIÇÃO

3.1 – Notas Fiscais,
3.2 - Romaneios,
3.3 - Guias de Despacho,
3.4 - Conhecimento de Transporte
3.5 - Controle de Frete
3.6 - Certificados de Qualidade.
3.7 – Seguro 
3.8 - Faturamento

4 – EMBALAGENS DE TRANSPORTE

4.1 – Tipos de embalagens: pallets, caixas de papelão, caixas de madeira, tambores, fardos, sacos, bags, recipientes plásticos.
4.2 – Embalagens com e sem retorno.
4.3 – Embalagens para exportação.
4.4 – Símbolos internacionais em caixas.
4.5 – A importância da “unitização” de cargas.
4.6 – O uso de containers.  

5 – EQUIPAMENTOS DE MOVIMENTAÇÃO INTERNA

5.1 – Carrinho manual, paleteira hidráulica, empilhadeira, braço giratório, pórtico, ponte rolante, guindaste, correia transportadora, outros. 

INSTRUTORA – PATRICIA DE SOUZA COSTA SILVA - Pós-graduada em Logística Empresarial e graduada em Administração, habilitação em Comércio Exterior , com ampla experiência em consultoria interna nos processos em empresas de grande porte. Destaca-se a atuação no desenvolvimento, coordenação e execução de eventos de treinamento técnicos, comportamentais e gerenciais para os níveis de supervisão e operacional. Atua como gestor de projetos na área técnica nas áreas de educação e correlacionados. Atuações em Comitês de Qualidade, participando da manutenção e desenvolvimento de sistema da qualidade e auditora interna de SGQ ISO 9001:2000. Sistema ISO 14001 e ISO 18001. Implantação de Sistemas Logísticos como ERP SAP, Rádio Frequency, TMS (Transportation Managment System). Atuou como Analista de Logística na Magnesita Refratários na gestão de Almoxarifados Industriais e participante do Comitê de Redução de Custo, com implantação de vários projetos nas áreas de Logística Reversa, Custos e Planejamento. Atuou na Gestão Operacional de empresas como Cimento Nassau, Honda Motors. Desenvolve e conduz vários eventos voltados para a Logística de equipes. Atua como instrutor em vários eventos de capacitação nas áreas de Administração e Logística. Em instituições de ensino como SENAC. Docente nas áreas de Logística e Administração e Comércio Exterior.
LOCAL: Informaremos o local no e-mail de confirmação do treinamento.

INVESTIMENTOS: (Inclui: material didático, certificado, coffee break)
antecipado R$ 520,00; à prazo R$ 590,00

VIAGEM E HOSPEDAGEM - Caso haja descolamento do participante para outra cidade, os mesmos são responsáveis pela reserva, pelo pagamento de suas despesas de viagem (alimentação, acomodação), exceto quando especificado no programa do evento.
A realização do(s) treinamento(s) está (ao) sujeita(s) a quórum mínimo.  

Contatos: (27) 3033-0818 - tele fax (27) 3389-3502
SOLICITE FICHA DE INSCRIÇÃO flexcomex@flexcomex.com.br - WWW.flexcomex.com.br


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Novas regras para o seguro desemprego

A nova regra determina que o empregado que negar duas vezes a uma vaga de mercado ficará sem o seguro. Os trabalhadores que dependerem do seguro desemprego devem ficar atentos às novas regras do Governo Federal. Entre as novidades estão a suspensão do benefício para quem recusar a segunda oferta de emprego de trabalho. O Secretário de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos informa que a regra já entrou em vigor dês do dia 04/04/2011. Na prática, isso significa que o trabalhador, ao dar entrada no seguro desemprego, vai fazer um cadastro com o seu perfil profissional. Esses dados serão compartilhados automaticamente entre as empresas que estão com vagas em aberto, via internet. Caso seja detectado que há vaga que combine com o perfil do trabalhador, será feito o encaminhamento pelo Sine. Se a empresa entender que o perfil daquele profissional atende ao que está sendo pleiteado, o trabalhador poderá ser empregado. O desejo da criação da nova regra parte do pressuposto que todos os tr…

Como fazer um script eficaz para atendimento

Um script eficaz exige muito mais do seu autor do que apenas passar as informações que o cliente precisa saber sobre o produto. Mas, você sabe como construi um?

No mundo atual, prender a atenção de uma pessoa do outro lado da linha é uma missão cada vez mais difícil e para isso as empresas de contact center têm se preparado.

Aquele texto robotizado que parece ser proclamado por uma máquina, e que não está aberto a perguntas ou interrupções, ficou no passado. O diretor de clientes da empresa Atento Flávio Henrique Ribeiro diz que os roteiros das operações são feitos em conjunto com o cliente, buscando aperfeiçoar o atendimento. “A empresa se dedica a conhecer a fundo cada operação. Procuramos desenvolver linhas de argumentação para evitar a robotização no atendimento”, afirma Ribeiro.

Apesar desse engajamento entre empresa e cliente, o diretor ressalta que é necessário certificar-se de que o operador está no ambiente certo. Cada pessoa tem um perfil diferente e não há roteir…

As vantagens e desvantagens da Dinâmica de Grupo

Apesar de ser temida por alguns candidatos, especialista garante que técnica pode identificar características necessárias para a vaga.Em processos seletivos de diversas empresas, a fase que segue a seleção do currículo é a famosa Dinâmica de Grupo – para receio de muitos candidatos, que consideram essa a etapa mais difícil, principalmente para os mais tímidos e introspectivos. Porém, para o selecionador, as atividades em grupo solicitadas durante o processo, quando bem aplicadas, são capazes de mostrar características e habilidades que serão necessárias para determinada vaga.
As Dinâmicas de Grupo são muito usadas para seleção de estagiários ou trainees. Na seleção de cargos executivos e gerências, são raros os processos que incluem a entrevista em grupo. "O querem observar nesses processos é interação entre os candidatos. Os especialistas vão buscar sinais de liderança, capacidade de trabalho em equipe ou o contrário, tudo dependendo do perfil que a vaga em questão ex…