Pular para o conteúdo principal

Cinco motivos que levam uma pessoa a mudar de emprego.

Chefias, salários baixos, desmotivação, falta de reconhecimento e a inexistência de um plano de carreira, estão entre as razões que levam os trabalhadores a buscar um novo emprego.

Perder um bom colaborador é algo terrível. Existe o custo de encontrar, integrar e treinar seu substituto, além da incerteza sobre o desempenho do novo colaborador.
Quando o profissional deixa de sentir que a empresa é boa, é necessário pensar em mudança.

Às vezes, há uma sólida razão por trás da decisão de ir embora — problemas de relacionamento, motivos pessoais ou uma proposta muito boa para ser rejeitada. 
Mudar de emprego pode ser uma transição difícil na vida de muitas pessoas, mas se o profissional já não se sente pertencente à empresa, não há nada que você possa fazer. 

E quanto ao resto?

Manter seus melhores colaboradores começa com entender o porquê de as pessoas saírem.
Para facilitar, listamos os cinco principais motivos que levam as pessoas a trocar de emprego.

 Chefe – O chefe deve motivar, transmitir segurança e desenvolver sua equipe. Existem chefes que são incapazes de elogiar os colaboradores por um trabalho bem feito, negando-lhes o prazer de serem reconhecidos.  As pessoas insatisfeitas na maioria das vezes se demitem dos seus chefes e não das organizações.

Salário – Pode parecer uma coisa óbvia, mas ter um bom salário motiva as pessoas a permanecerem nos seus empregos. Não adianta propiciar um ambiente agradável, se o salário não condiz com a expertise do colaborador.

Reconhecimento – Mesmo as pessoas mais altruístas querem ser reconhecidas e recompensadas por um trabalho bem feito. Faz parte da essência do homem. Quando você deixa de reconhecer o esforço de seus colaboradores, você não está só os desmotivando, mas também perdendo a maneira mais eficaz de gerar bons resultados. O reconhecimento é um fator importante para o desenvolvimento de um profissional. Às vezes ele vale mais que um aumento de salário.

Motivação – Olhe em volta da sua empresa. Os colaboradores parecem felizes? Existe uma energia positiva que é transmitida em todos os setores? Se não, porque isso não acontece? O local de trabalho não precisa ser um ambiente pesado. Claro que não precisa ser uma atmosfera de festa o tempo todo, mas deveria ao menos ser agradável. As pessoas se desenvolvem quando elas estão motivadas e felizes com ambiente de trabalho, com seus gestores, com reconhecimento e com sua carreira.

Carreira – Ninguém gosta da ideia de estar no mesmo lugar, fazendo as mesmas coisas, por um período muito longo. Por mais que você ame seu trabalho, novos desafios e atividades são importantes para seu crescimento. As pessoas gostam de sentir que ainda podem crescer em suas carreiras e que todo o trabalho duro será recompensado. Nós precisamos de aspirações. Se não há um plano de carreira e estrutura para o crescimento dos colaboradores, eles provavelmente procurarão isso em outro lugar.

Pense nisso!
Não perca talentos.
Por Danielle Antunes - Especialista em Gestão com Pessoas.

Comentários

  1. Muito verdade. Gostaria de poder me identificar, pq a trabalho em uma empresa que é exatamente assim. E eles não perceberam que as pessoas estão desmotivada e que estão pedindo p sair.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns, vocês sempre trazendo conteúdos atuais. Sucesso sempre.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Novas regras para o seguro desemprego

A nova regra determina que o empregado que negar duas vezes a uma vaga de mercado ficará sem o seguro. Os trabalhadores que dependerem do seguro desemprego devem ficar atentos às novas regras do Governo Federal. Entre as novidades estão a suspensão do benefício para quem recusar a segunda oferta de emprego de trabalho. O Secretário de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos informa que a regra já entrou em vigor dês do dia 04/04/2011. Na prática, isso significa que o trabalhador, ao dar entrada no seguro desemprego, vai fazer um cadastro com o seu perfil profissional. Esses dados serão compartilhados automaticamente entre as empresas que estão com vagas em aberto, via internet. Caso seja detectado que há vaga que combine com o perfil do trabalhador, será feito o encaminhamento pelo Sine. Se a empresa entender que o perfil daquele profissional atende ao que está sendo pleiteado, o trabalhador poderá ser empregado. O desejo da criação da nova regra parte do pressuposto que todos os tr…

Como fazer um script eficaz para atendimento

Um script eficaz exige muito mais do seu autor do que apenas passar as informações que o cliente precisa saber sobre o produto. Mas, você sabe como construi um?

No mundo atual, prender a atenção de uma pessoa do outro lado da linha é uma missão cada vez mais difícil e para isso as empresas de contact center têm se preparado.

Aquele texto robotizado que parece ser proclamado por uma máquina, e que não está aberto a perguntas ou interrupções, ficou no passado. O diretor de clientes da empresa Atento Flávio Henrique Ribeiro diz que os roteiros das operações são feitos em conjunto com o cliente, buscando aperfeiçoar o atendimento. “A empresa se dedica a conhecer a fundo cada operação. Procuramos desenvolver linhas de argumentação para evitar a robotização no atendimento”, afirma Ribeiro.

Apesar desse engajamento entre empresa e cliente, o diretor ressalta que é necessário certificar-se de que o operador está no ambiente certo. Cada pessoa tem um perfil diferente e não há roteir…

As vantagens e desvantagens da Dinâmica de Grupo

Apesar de ser temida por alguns candidatos, especialista garante que técnica pode identificar características necessárias para a vaga.Em processos seletivos de diversas empresas, a fase que segue a seleção do currículo é a famosa Dinâmica de Grupo – para receio de muitos candidatos, que consideram essa a etapa mais difícil, principalmente para os mais tímidos e introspectivos. Porém, para o selecionador, as atividades em grupo solicitadas durante o processo, quando bem aplicadas, são capazes de mostrar características e habilidades que serão necessárias para determinada vaga.
As Dinâmicas de Grupo são muito usadas para seleção de estagiários ou trainees. Na seleção de cargos executivos e gerências, são raros os processos que incluem a entrevista em grupo. "O querem observar nesses processos é interação entre os candidatos. Os especialistas vão buscar sinais de liderança, capacidade de trabalho em equipe ou o contrário, tudo dependendo do perfil que a vaga em questão ex…